O livro que deu a Caravaggio um lugar especial na história da arte, escrito pelo crítico de arte italiano Roberto Longhi em 1911, agora traduzido para português pela Cosac Naify.